You are browsing the website for customers from Portugal. Based on location data, the suggested version of the page for you is
USA / US
Change country
x

NOVIDADES

2019-07-29

Como verificar o estado da qualidade do ar?

Sabe como pode fazer você mesmo a análise do ar? Tudo o que precisa é de um sensor de ar apropriado e de um equipamento de medição básico. Assim pode realizar medições precisas e tirar conclusões precisas a respeito do ar condicionado em casa, no escritório, armazém ou em instalações industriais.

Neste artigo poderá ficar a saber:

Qual é a qualidade do ar na Polónia

A política polaca de proteção do ar funciona de forma reativa aplicando limitações importantes sobre a contaminação do ar definidas para os sectores da energia e industrial enquanto não são implementadas as regulações adequadas para as emissões domésticas. Devido à falta de restrições legais na utilização de fornos velhos, caldeiras e chaminés para combustíveis sólidos e à qualidade dos combustíveis sólidos oferecidos no mercado polaco, a Polónia é um dos países mais contaminados da União Europeia.

Definitivamente, o maior problema entre todas as substâncias nocivas suspensas no ar são os hidrocarbonetos aromáticos policíclicos e as partículas PM10 que consistem em partículas com um diâmetro de menos de 10 micrómetros. A fração mais fina, de PM2,5 supera também várias vezes os valores definidos nas normas. Os grandes aglomerados urbanos vêem-se também afetados pela violação das normas relativas ao dióxido de azoto e ao benzo[a]pireno.

Partículas em suspensão PM10

As partículas em suspensão PM10 são uma mistura de substâncias inorgânicas e orgânicas que incluem hidrocarbonetos aromáticos policíclicos tóxicos tais como o benzo[a]pireno, metais pesados e de transição, furanos ou dioxinas. A diretiva CAFE assume uma concentração média de partículas em suspensão PM10 anual máxima permitida de 40μg/m3 e uma concentração média de 50μg/m3 de 24 dias, sendo que a diretiva permite ultrapassar a concentração média diária num máximo de 35 dias por ano. Em 2011, a medição do estado do ar realizada em 400 estações de medição mostrou que 6 cidades da Polónia se encontravam entre as dez cidades mais contaminadas de toda a UE.

Partículas em suspensão PM2,5

As partículas em suspensão mais finas, PM2,5, são particularmente perigosas para a saúde devido ao seu pequeno tamanho e facilidade de penetração nos alvéolos e, em seguida, na corrente sanguínea. De acordo com a Diretiva CAFE, a concentração média anual de partículas PM2,5 não pode exceder os 25μg/m3. Nem a UE, nem as regulações nacionais definem concentrações diárias permissíveis aceitáveis. Segundo os dados da OMS (Organização Mundial da Saúde), das 50 cidades europeias onde a qualidade do ar foi a pior em termos de PM2,5, 33 cidades estavam localizadas na Polónia, com o centro e sul da Polonia a serem o maior problema.

Como se realizam as medições IOŚ das partículas suspensas no ar?

De acordo com as orientações da Monitorização Ambiental do Estado, a Inspeção de Proteção Ambiental realiza medições do estado do ar baseadas em testes de concentração das partículas suspensas PM10 e PM2,5. A metodologia estabelecida na Diretiva 2008/50/WE do Parlamento Europeu e do Conselho de 21 de maio de 2008 sobre qualidade do ar e sobre o ar mais limpo para a Europa (J.O. da UE L 152 de 11.06.2008, p.1) e do Regulamento do Ministro do Meio Ambiente de 13 de setembro de 2012 sobre a avaliação dos níveis de substâncias no ar (J.O. de 2012, p. 1032).

O estado da qualidade do ar na Polónia mede-se através de dois métodos complementares:

  • o método gravimétrico, considerado o método de medição mais rigoroso,
  • o método automático que complementa as indicações do método gravimétrico.

O estado da qualidade do ar medido com o método gravimétrico pressupõe o uso de dispositivos de bolsa de pó para os quais se aspira o ar atmosférico. A cada 2 semanas são colocados 14 filtros descartáveis no coletor, os quais são mudados a cada 24 horas. Os filtros são acondicionados e pesados no laboratório antes e após a medição de duas semanas. A concentração de partículas nos filtros é calculada a partir da diferença de massa do filtro. Atualmente na Polónia a medição do estado do ar utilizando este método é realizada em aproximadamente 180 posições para partículas de PM10 e em aproximadamente 70 estações para partículas de PM2,5.

O método de medição automático do estado do ar é um método equivalente à metodologia gravimétrica. Implica a utilização de medidores automáticos, que medem o estado atual das partículas e que permitem a representação gráfica da situação atual em forma de mapas de contaminação. Os dados são atualizados hora a hora e são apresentados na aplicação GIOŚ (Inspeção Principal de Proteção Ambiental) da "Qualidade do ar na Polónia". Os sensores de ar utilizados no método automático são colocados em aproximadamente 135 estações para partículas PM10 e em cerca de 45 estações para partículas PM2,5.

Quais são os tipos de medidores, contadores e sensores do ar?

Os sensores do ar permitem fazer medições precisas não só das partículas PM10 e PM2,5 suspensas, mas, devido à sua elevada precisão de medição e à vasta gama de fabricantes, também é possível utilizá-los para medir a concentração de formaldeídos, compostos orgânicos voláteis, humidade, dióxido de carbono e medir a temperatura do ar.

Para realizar medições do estado do ar é possível utilizar dispositivos de medição avançados que medem todos os contaminantes no ar, bem como sensores de ar individuais, que permitem construir o seu próprio dispositivo de medição em placas Arduino ou em outras plataformas de programação.

Entre os sensores do ar há que destacar os modelos que medem os coeficientes PM2,5 e PM10 equipados com sensores que permitem a medição de impurezas com um diâmetro de 1 a 0,3μm. Estes tipos de sistemas permitem muitas vezes a comunicação através da interface UART e a conexão à placa Arduino ou ao Raspberry Pi. O mercado oferece também sensores do ar que comunicam segundo o sinal PWM. Os dispositivos deste tipo funcionam com tensões de 3,3 – 5,75V.

Os sensores do ar que medem o estado do ar com precisão extrema são sensores de partículas de pó a laser que permitem a monitorização contínua da pureza do ar e das concentrações de pó PM2,5 e PM10. Os sensores de ar a laser podem comunicar com a ajuda de um sinal UART ou PWM e podem ser conectados às placas Arduino ou a outras plataformas que funcionam a 5V.

Um exemplo de um sensor de concentração de gás e de limpeza do ar que permitirá a construção de um sistema de medição do estado da qualidade do ar é o modelo SENCERA SENS-HS-131 o SENS-HS-129. Os sensores do ar permitem a deteção de isobutano, butano, álcool e de impurezas em forma de partículas PM2,5 e PM10.

A medição do estado de contaminação do ar será mais fácil através de contadores de partículas tais como, por exemplo, o modelo UNI-T A25M. Este modelo é um contador de partículas preciso com uma gama de medição de 0 a 500μg/m3 equipado com um ecrã LCD retroiluminado. O dispositivo permite medir a concentração e a temperatura de partículas PM2,5 e a sua precisão é de ±(10μg/m3 + 10 dígitos).

Se está à procura de um medidor de ar fiável avançado para medições integrais em interior, consulte o sensor de ar e o contador de partículas ECOLIFE AIRSENSOR ECL01. Este dispositivo permite medir: pressão, compostos orgânicos voláteis, partículas em suspensão PM10 e PM2,5, bem como a temperatura e humidade.

 

Este dispositivo proporciona uma precisão de medição de 10%. A precisão da medição da humidade é de ±4% e a sua gama é de 0-80% HR. A gama de medição da temperatura do dispositivo é de -10 a 85oC. O contador de partículas está equipado com uma interface de comunicação Wi-Fi que permite o acesso aos valores de medição a partir de um smartphone, tablet ou PC AIRSENSOR ECL01 alimentado através de uma porta USB.

Resumo

A monitorização do estado do ar em casa, na oficina, fábrica ou no escritório permite responder rapidamente a concentrações demasiado elevadas de substâncias perigosas suspensas no ar, tomando as medidas adequadas para reduzir a contaminação do ar.

A resposta rápida é crucial para se proteger e proteger os seus familiares ou funcionários dos efeitos negativos para a saúde, da exposição excessiva à inalação de partículas de pó suspensas e de outras substâncias nocivas.

symbol
SENS-HS-129
AIRSENSOR-ECL01
A25M
SENS-HS-131

linecard

Selecione fabricante ou categoria

Quick Buy

?
Símbolo do produto quan. encomendada
Pré-visualizar

Outras opções Quick Buy

paypal_help

Este sítio Web utiliza cookies. Clique aqui, para saber mas sobre as cookies e as suas definições.

Não mostrar novamente